Veneno! {álcool em excesso}

7 abr

Vodka, Whisky, Capirinha, Pinga, Cerveja, Vinho…

Você sabia que os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que os brasileiros consomem 18,5 litros de álcool puro por ano, sendo, portanto, o quarto país que mais consome álcool das Américas?

E as pesquisas não param por aí. Ainda segundo a OMS, o álcool causa quase 4% das mortes no mundo todo, matando mais do que a Aids, a tuberculose e a violência.

Hoje o impacto do abuso de álcool é considerado igual ao impacto da dependência em si, o alcoolismo.

Por que o excesso de álcool causa tantos danos?

Para entender como a ingestão de bebidas alcoólicas consegue causar danos a tantas partes do nosso corpo, é preciso explicar o processo de metabolização do álcool ou etanol, ou seja, como o nosso corpo absorve, metaboliza e excreta essa substância.

O órgão responsável por metabolizar o álcool é o nosso maravilhoso fígado, e ele só metaboliza em média uma dose de bebida alcoólica por hora – entenda uma dose como uma lata de cerveja (360ml), uma taça de vinho (100ml) ou de destilado (40ml).

Portanto, se tomarmos seis latas de cerveja, por exemplo, nosso fígado irá levar as mesmas seis horas para metabolizar todo o álcool presente em nosso corpo.

E enquanto o fígado metaboliza a primeira latinha, o resto do álcool fica circulando no sangue e intoxicando, causando alterações e danos em diferentes órgãos.

CÉREBRO – O excesso de álccol pode causar nessa ordem: perda de reflexo, problemas de atenção, perda de memória, sonolência e coma alcoolico, que em alguns casos podem resultar em parada cardíaca e morte.

CORAÇÃO – A bebida faz com que o cérebro libere uma substancia chamada adrenalina, que acelera aatividade do sangue no sistema cardiovascular, aumentando a frequencia dos batimentos cardíacos.

FÍGADO – A bebida altera a produção enzimática, que leva em média uma hora para metabolizar cada dose. Por conta disso, esse orgão direciona 100% dos esforços para metabolizar o alcool consumido. As consequencias disso podem ser uma inflamação crônica e uma hepatite alcoolica que pode evoluir para cirrose.

ESTÔMAGO – O alcool irrita as mucosas do estômago e do esôfago, alterando o funcionamento das membranas intestinais podendo causar gastrite, esofagite e diarréia.

RINS – Ocorre uma sobrecarga que compromete o trabalho desse órgão (filtrar as substancias do nosso corpo).

MÚSCULOS – Quando abusamos do alcool, os musculos ficam mais relaxados porque a ligação entre o sistema nervoso periférico – responsável pelo controle dos nossos movimentos- e nosso sistema muscular fica comprometida.

atenção à saúde, e me perdoem mais uma vez a ausência (provas bimestrais!!)!

Beijooos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: