Arquivo | Aula de etiqueta RSS feed for this section

Internet {Aula de etiqueta}

22 fev

Sempre bom saber quais são as melhores atitudes a serem tomadas na rede.

Ficam aqui alguns conselhos para guiar as suas boas maneiras na internet: a NetQueta rsss

*Responda sempre
Exceto e-mails de publicidade e forwards. Sempre responda um e-mail,  para responder a um convite para um jantar de um amigo, ou para uma reunião na empresa.

**Qual o Assunto?

Não mantenha a pessoa que vai ler o seu e-mail na expectativa, use sempre o campo “Assunto” para alertar o receptor para o assunto principal do e-mail. Certamente também receberá uma resposta mais rápida.

* Endereços Add
Quando enviar um e-mail para uma lista longa de receptores, considere utilizar a função “lista de distribuição” que não lista todos os receptores no campo “para” do e-mail. É muito incômodo ter de passar por uma lista de endereços de e-mail para conseguir ler a mensagem. E não se esqueça que existem várias pessoas que não gostam propriamente de ter o seu e-mail disperso por quem não desejam.

*Respostas rápidas
Se só costuma acessar o e-mail uma vez por semana, faça com que os outros saibam disso. De outra maneira pode dar a impressão de não dar a devida importância aos e-mails recebidos.

* Tenha cuidado com a linguagem
Mesmo que a nossa cultura do e-mail esteja cheia de novas palavras e de símbolos, é melhor reler sempre a mensagem antes do seu envio para se certificar que não existem erros ortográficos na mensagem.

* Saiba o seu papel
Se vai enviar um e-mail religioso, politico ou mesmo pornográfico, tenha a certeza que o receptor é exatamente quem deseja que o seja.

* Evite o Spam
Quando navega ou faz compras na internet atente às caixas da “newsletter” ou da “atualização do cliente” . Se colocar o “visto” nestas caixas pode ser que receba regularmente e-mails que podem não lhe interessar.

* Matenha-se profissional
No trabalho, mantenha toda a informação pessoal fora do e-mail do trabalho. Este e-mail não serve para mandar e-mails de piadas ou para contar como foi o seu fim-de-semana aos seus amigos e colegas.

* Selecione
“Enviar para Todos.” Só as mensagem relevantes é que devem ser enviadas a todos os contatos. As mensagens pessoais, ou mensagens que se dirigem a alguns receptores nunca devem ser enviadas desta maneira.

* E-mail novo
Se vai deixar o seu trabalho, não se esqueça de fechar a conta de e-mail referente a esse trabalho, e de que as mensagens que chegarão a essa caixa de correio serão reenviadas para a pessoa apropriada. Certifique-se que todos saibam qual o seu novo e-mail.

Anúncios

No Hospital{aula de etiqueta}

8 fev

Ter um familiar ou amigo no hospital pode ser muito perturbador emocionalmente.

Muitas  vezes as pessoas internadas anseiam pelas visitas dos familiares e amigos, mas devemos atentar para algumas coisas.

* Se você não for um familiar próximo, ligue para a família da pessoa ou para o hospital para saber quando poderá visitá-la. 

* Se  possível, ligue para o próprio paciente e pergunte se ele está disposto a receber visitas.

* Planeje uma visita que não demore muito  tempo, pois usualmente quem está doente não tem  disposição nem energia para conversar por muito tempo.

* Esteja atento ao fato da pessoa ficar cansada com a sua visita. Se perceber que a pessoa está querendo dormir ou está ficando cansada, mesmo que esteja há pouco tempo com ela, despeça-se e visite-a outro dia.

* Usualmente as visitas nos hospitais são limitadas a um certo número, por isso tente não demorar. Tente saber se há outra pessoa esperando você sair para poder entrar.

* Mantenha uma visita positiva, sendo uma pessoa cordial e simpática – não dê notícias perturbadoras. Anime sempre a pessoa, mesmo que ela seja negativa.

* Leve algo que saiba que pode entusiasmar a pessoa: uma revista sobre o tema favorito dela, uma moldura com a fotografia da família, um pequeno ramo de flores com vaso (nem todos os hospitais têm vasos ou permitem flores), um pequeno cesto de frutas (pergunte antes se pode levar fruta ou algo para a pessoa comer).

* Se for feito algum tratamento ou servida alguma refeição durante a sua visita, deixe o paciente ficar a sozinho durante o período, saia do quarto, e volte depois.

* Evite colocar perfumes, ou transportar odores fortes que possam perturbar a pessoa, especialmente se ela estiver com náuseas.

* Se o quarto de hospital for partilhado, cumprimente os outros pacientes e seus acompanhantes quando chegar e quando sair; se achar oportuno deseje também as melhoras.

* Se for levar alguma criança para visitar a pessoa internada, telefone para o hospital antes,  para saber se pode levar uma criança com você durante a visita.

* Se for permitida a visita de crianças, previamente, explique à criança que vai entrar num hospital onde não pode brincar e nem fazer barulho.  Nunca permita que ela esteja sem supervisão.  Também não a force a cumprimentar o paciente se a criança não se sentir confortável com isso.

Como comer? {aula de etiqueta}

31 jan

Todas nós já nos deparamos em algum momento com um alimento diferente que não sabemos qual talher usar, se realmente esse alimento se destina a comer ou simplesmente é algo decorativo (rssss).

Desde o que se come e como se come, é importante estar ciente das regras que visam respeitar uma boa convivência social à mesa.

O pão

Este alimento básico num jantar mais formal deve estar colocado ao lado esquerdo do prato logo acima dos garfos, e lá deve permanecer. O pão deve estar sempre dentro desse pequeno prato onde está colocado.

Mas ele está lá para ser comido. O pão deve ser partido em pequenos pedaços sempre em cima do prato respectivo e nunca ser levado à boca inteiro para ser devorado. Evite que as migalhas se espalhem pela mesa cortando pequenos pedaços de pão em cima do seu prato . Evite também molhar o pão em qualquer tipo de molho, bem como nada de colocar pequenos pedaços de pão na sopa, ou fazer papinhas ou bolinhas com o miolo do pão (clássicas bolinhas de miolo!).

Batatas fritas

Pode usar os dedos se também os usar para comer o restante refeição.  Se está comendo um hambúrguer ou uma sanduíche , não são necessários talheres para comer as batatas fritas.

Mas se as batatas fritas acompanham um bife, ou outro tipo de comida que requeira talheres, então você deverá cortar as batatas fritas e comê-las com faca e garfo.

Sopa

A sopa é servida num prato fundo ou numa taça própria. Não há nada além do que saber a não ser que a sopa deve ser ingerida com a maior colher, e cada colherada deve ser retirada do prato com cuidado para que não pingue. 

Nunca debruçe sobre o prato; a colher deve ir à sua boca e não a sua boca à colher. Quando estiver prestes a terminar pode elevar uma parte do prato para si – de maneira a que o prato fique com a restante sopa num só lado -, e comer a restante sopa.  No caso dos consommés, estes devem ser servidos em taças próprias e devem ser bebidos diretamente da taça.
 

Ostras

Deve segurar a casaca da ostra com a mão esquerda, e se desejar tempera-la com limão, ou com algum molho que a acompanhe, deve fazê-lo com a mão direita.

Com a mão esquerda e com o talher apropriado retire o molusco. Se desejar pode levar a casca à boca e beber o liquido restante.

Massas


As massas, especialmente o espaguete que dá tanto trabalho, deve ser comido só com um garfo e com o auxílio de uma colher a para o enrolar no prato. Evite partir a massa no prato com a faca.

Peixe

Quando o peixe não vem sem espinhas e pronto para comer,elas devem ser separadas com os talheres respectivos, à medida que vai comendo. Se por algum acaso levar alguma espinha à boca deve retirá-la com a maior descrição.

Alcachofras

Essa deliciosa flor pode ser servida quente ou fria, acompanhada de molho ou recheada.  Devem ser retiradas as folhas uma a uma, mergulhando a parte carnuda da folha no molho, devendo comer só essa parte, e deixando a restante no prato.

 A parte mais saborosa da alcachofra é o coração, que deve ser comido com faca e garfo, tudo isso depois de ter retirado os filamentos que o envolvem.

Tirar a casca da fruta

Usualmente a fruta é servida descascada. Caso isto não aconteça, e a fruta seja servida inteira deve-se partir a fruta em quatro, segurando em cada pedaço com o garfo e descascando-o de seguida. Em seguida, come-se a parte descascada com os dois talheres.

Banana

A banana deve ser segurada com o garfo enquanto se cortam as extremidades com a faca. De seguida deve-se fazer um corte longitudinal e retirar a banana da casca, comendo-a normalmente com a faca e garfo.

Melão

Este fruto é servido em fatia. Deve-se separar a polpa da casca fazendo um corte junto e ao longo da casca, enquanto se segura a fatia com o garfo; em seguida come-se a polpa de faca e garfo normalmente.

Tim-Tim!

22 dez

Gente, vamos combinar que ceia de natal sem um festival de taças (e vinhos) não é ceia né?

A transparência, o formato e o tamanho da taça valoriza o seu vinho; degustar o vinho é um ritual puramente sensorial.

Há muitos copos à venda mas os 4 acima servem para quase todas as ocasiões.

(1) A flutûe revela o buquê, a cremosidade dos espumantes. Valoriza a profusão de bolhas que os bons espumantes revelam.

(2) Bem grande, a taça indicada para os tintos admite maior volume e portanto, maior contato com o ar.  Nela a bebida mostra melhor o aroma, a textura e a consistência.

(3) A taça mais aberta de hastes finas e bordas delicadas é indicada para Dry Martini, que é servido gelado.

(4)  Essa é chamada de Taça para brancos. Mas também pode ser usada para rosés e para vinhos de aperitivo (como Jerez, Porto ou Madeira).

(5) Essa á a taça curinga. Serve para todos os vinhos (exceto espumantes) . O bojo é abaulado e se estreita nas bordas para reter o aroma por mais tempo. Se quiser comprar taças de um só tipo, essa é a sua taça.

Beijos

Fumantes em extinção

2 dez

Cada vez mais fumantes são vistos como Junkies – pobres seres presos a um hábito feio e antigo!

Ganham nos restaurantes (fora do estado de SP) e nos hotéis os piores lugares ( agradeçam quando houver) e se arriscam a caras feias até mesmo no meio da rua.

Tenho observado que o maior problema dessa turma em extinção (além de como parar de fumar) é : onde e quando fumar sem enfurecer os saudavelmente corretos – que não só  não fumam como fazem uma marcação cerrada aos que não dispensam a companhia de um cigarrinho?

De fato ,  o cheiro do cigarro e a fumaça incomodam muito quem quer manter seus pulmões limpos.

Por isso fumantes, saibam que

* Quando estiver na casa de alguém não muito íntimo, dêem uma olhada para ver se há cinzeiros à vista. Se não houver não fumem- o recado foi dado.

* Fumar na casa dos outros, só depois de pedir licença e, mesmo assim, o melhor é ir para perto de uma janela aberta ou um terraço. Só fumem dentro de casa se a dona insistir ou também for fumante.

* Nunca fumem à mesa. Por incrível que pareça, até os anos 80, toda mesa de jantar tinha cinzeirinhos e as pessoas fumavam até entre os pratos, ou entre refeição e sobremesa.

* Não fumem em locais onde o ar-condicionado esteja funcionando.

* Em nenhuma hipótese acendam  um cigarro no carro de um não-fumante

* Prestem atenção na direção da fumaça do cigarro para ver se ela não está invadindo as narinas dos outros.

* Mesmo sozinhos em casa, não deixem de abrir as janelas depois de fumar para que o ar se renove e a sala ou quarto não fiquem com cheiro de cinzeiro velho.

Vocês não sao fumantes? ótimo, mas não precisam fazer disso uma cruzada contra os infiéis; deixem os fumantes em paz!

Glória Kalil

Alô Chics – Ediouro 2007

Maldita alma gêmea

28 nov

O que fazer quando a gente encontra alguém usando uma roupa igual a nossa numa festa ou numa ocasião especial?

Ai, meu Deus! é uma das coisas mais chatas que pode acontecer num encontro social.

As existências dos prêt-à-porter de luxo, dá, de fato, ilusão de exclusividade. Ledo engano.

Exclusividade hoje só se for roupa de alta- costura, roupa sob medida, roupa de brechó ou customizada. Caso contrário arrisca-se  encontrar uma alma gêmea.

Não há muito que fazer numa hora dessas a não ser fingir que está tudo bem e usar de todo o bom humor que for capaz.

Se a desgraça acontecer, o jeito é chegar perto da outra vítima, abraçar, fazer com que todo mundo veja a dupla e deixar que os fotógrafos se divirtam com a coincidência. Assim, sobra o resto da noite para tentar esquecer o assunto.

De qualquer modo, relaxem. Isso tem acontecido cada vez mais com princesas, estrelas de cinema e jet do jet-set internacional.

É nessas horas que a educação de uma pessoa é posta à prova.

Quem se sair bem desta mesma saia-justa será sempre lembrado pela atitude.

Glória Kalil

Alô Chics- Ediouro 2007

A etiqueta do Beijo

25 nov

Hora de cumprimentar o dono da empresa onde a gente vai trabalhar: beija ou não beija?

 O advogado que foi chamado para uma consulta acaba de entrar na sala: beija ou não beija?

 Encontro com a secretária e o marido dela na porta do cinema: beija os dois, beija só ela ou não beija ninguém??

Até algum tempo atrás só se beijava amigos ou parentes íntimos. Aos poucos, o hábito foi se difundindo e agora parece que todo mundo beija todo mundo. Países como Brasil, a França, a Rússia e todos os do Oriente Médio são conhecidos por serem beijoqueiros.

Já outros como os Estados Unidos e a Inglaterra só recentemente estão dando seus primeiros estalos em bochechas desconhecidas.

Há alguma etiqueta para o beijo?

Não chega a tanto, mas algumas coisinhas devem ser levadas em consideração. É sempre o superior hierárquico quem dá o sinal: se vocês forem apresentados para o Presidente da República, por exemplo, é ele quem vai sinalizar se beija ou não, entenderam?

No caso de duas pessoas da mesma idade e situação profissional, é a mulher que mostra se está a fim de cumprimentar com beijo ou se quer ficar só no aperto de mãos.

Se o caso for com estrangeiros, prestem atenção, porque nós costumamos beijar primeiro no lado direito do rosto e, depois, esquerdo, mas há lugares, como a Itália, em que se começa pelo esquerdo, o que pode ocasionar narigadas pra lá de constrangedoras. Se for uma chinesa, não se assuste se ela receber o beijo público com sinais de repulsa.

O mundo globalizado e menos formal acabou aceitando o beijo como um cumprimento formal. Mas, como tudo na vida, tem lá seu ritualzinho…

Glória Kalil

Alô Chics; P.111 – Ediouro 2007