Arquivo | Fato ou boato? RSS feed for this section

Isotônicos {gatorade pode fazer mal?}

14 fev

Ha um tempinho atrás a marininha, minha prima, solicitou que eu fizesse um post sobre o gatorade.

Ela costuma ingeri-lo constantemente e questionou sobre qualquer possível malefício.

O que acontece é que, através da transpiração, ocorre a perda de água e eletrólitos (sódio, potássio, magnésio e cloro) causando a desidratação, que acarreta na diminuição do volume sanguíneo em cada bombeamento feito pelo coração.

Mesmo mobilizando água de várias partes do corpo para o sangue, esse mecanismo é insuficiente.

Por isso a freqüência cardíaca aumenta na tentativa de normalizar o bombeamento de sangue e a pressão. Porém, quando o aumento da freqüência cardíaca é insuficiente, há uma redução de força aeróbica (capacidade respiratória) e o prejuízo no desempenho da atividade física.

De acordo com a porcentagem da perda de água corpórea, pode haver o comprometimento da atividade física.

Por exemplo, se houver perda de 2%, ocorre a sensação de sede forte, desconforto e perda de apetite; com perda de 4%, há a diminuição de 20 a 30% da capacidade de atividade física acarretando em um esforço maior para a sua realização. Com 80%, pode ocorrer vertigem, a respiração torna-se difícil, quando se pratica exercício e há o aumento da fraqueza.

As bebidas isotônicas possuem concentrações de eletrólitos semelhantes ao sangue humano fazendo com que ocorra uma rápida absorção de líquido.

Por apresentar baixa quantidade de carboidratos (em torno de 8%) comparado a outras bebidas como sucos e refrigerantes, os isotônicos não sobrecarregam o aparelho digestivo. Além disso, os carboidratos fornecem energia para os músculos em exercício.

Se você faz atividades físicas, pode fazer uso de isotônicos sem problemas. Mas, em quantidades que não sobrecarreguem o seu organismo.

Já pessoas hipertensas, diabéticas, celíacas, com doenças renais, gestantes ou lactantes poderão usar essas bebidas somente com orientação médica.

E não é seu caso né Marinoska? rsss

Anúncios

Fato ou Boato? {Caralluma fimbriatta}

16 dez

Choveu perguntas sobre a polêmica planta emagrecedora do momento que está sendo produzida em larga escala em forma de cápsulas.

Foi inevitável redigir este Post abordando os prós e os contras da questão.

Efeitos esperados do fitoterápico:

– Você irá sentir menos fome.
– Perderá aquela vontade de comer doces de forma demasiada.
– Você se sentirá com mais energia e entusiasmo.
– Aumenta o seu metabolismo.
– Queima gordura.

“A Caralluma não tem nenhuma toxicidade conhecida para o organismo e nem prejudica a saúde.” dizem os venderores.

Acontece que duas cápsulas de caralluma por dia não salvarão o seu verão.

O fitoterápico pode até ajudar na dieta, mas o efeito não chega nem perto das promessas aclamadas em dezenas de sites.

Dieta milagrosa ou fraude? Entre os resultados prometidos, fim da compulsão alimentar e 11 quilos a menos em um mês.

Até a cantora Ivete Sangalo teria se beneficiado com as propriedades milagrosas do produto. Segundo sua assessoria de imprensa, não passa de propaganda enganosa.

Há muitos mitos e poucas verdades por trás da Caralluma fimbriata, planta asiática parecida com um cacto.

Reza a lenda -e o principal trabalho feito sobre a planta- que ela era usada na Índia para diminuir a fome e ajudar populações a suportar períodos com pouca comida.

Pesquisas dizem que glicosídeos (derivados de açúcar) da planta inibem o mecanismo sensorial da fome e “enganam” o cérebro.

Essa ação no sistema nervoso é bem menor do que a dos remédios sintetizados (alopáticos), mas ainda assim interessante.

Ajuda a mudar o perfil de alimentação sem efeitos colaterais conhecidos.

No estudo mais famoso, feito por um grupo de pesquisadores da Índia e dos EUA e publicado na revista “Appetite”, em 2007, 50 homens e mulheres entre 25 e 60 anos foram divididos em dois grupos: um tomou um grama de extrato de caralluma e o outro, medicamento placebo (amo essas pesquisas de campo).

Todos receberam aconselhamento nutricional.

Depois de 60 dias, foram feitos testes de peso e de apetite.

Não houve diferença de perda de peso entre os grupos, mas quem tomou o extrato relatou mais sensação de saciedade e menos apetite.

Os próprios autores concluem que as diferenças entre o grupo placebo e o grupo controle não são significativas. Não se pode falar em eficácia desse produto .

Efeito placebo ou não, uma conhecida emagreceu 26 quilos em quatro meses com uma fórmula contendo caralluma.

Fechou a boca também, mas garante que não teria conseguido sem o fitoterápico. Diz ter perdido a fome e revelou a necessidade de programar o celular para lembrar de comer.

ORIGEM DESCONHECIDA

Uma outra conhecida não teve a mesma sorte. Pagou US$ 61 por 30 cápsulas na internet.

Na embalagem, além do nome “Caralluma Actives”, havia endereço de um site em inglês e um folheto explicativo: tomar uma cápsula 30 minutos antes das refeições.

Ela disse que era como se estivesse bebendo água.

Não sentiu diferença e não se livrou de nenhum grama dos cinco quilos que quer perder.

O responsável pelo site da Caralluma Actives no Brasil é o empresário Thales Prado. A marca não tem registro na Anvisa e é anunciada na rede com fotos de celebridades que teriam usado a fórmula.

De acordo com Prado, os fabricantes estão nos Estados Unidos. “Como o produto já vem com as informações de uso, qualquer um pode tomar sem acompanhamento”, ele diz.

Não há nenhum medicamento fitoterápico registrado na Anvisa com Caralluma fimbriata. A agência não tem informações sobre a planta.

A única forma autorizada é a manipulada, que só pode ser vendida por farmácias registradas na vigilância sanitária e com prescrição de um profissional habilitado.

O grande problema da caralluma são as propagandas enganosas e os produtos de origem desconhecida, vendidos pela internet.

A matéria-prima do fitoterápico manipulado no Brasil é importada. A empresa Pharma Nostra é uma das importadoras e vende para cerca de 7.000 farmácias de manipulação. Segundo a empresa, o produto vem de “fornecedores credenciados e qualificados, de países que produzem o ativo vegetal”.

Caralluma ou qualquer outro fitoterápico não deve ser prescrita para qualquer um.

E o efeito pode ser tão sutil que o custo não vale a pena.

Beijooos!!

Fonte: http://migre.me/2Z82Z  – Bol notícias

Fato ou boato? {Power Balance}

15 dez

Uma leitora desconfiada sugeriu via email (benditaseja@ymail.com)  que eu buscasse explicações e dados científicos comprovando ou desmentindo a eficácia das pulseiras que se tornaram febre mundial. 

Dois surfistas da Califórnia, os irmãos Rodarmel, são responsáveis pela invenção que conquistou milhares de pessoas.

#A PROMESSA DA BODY BALANCE

“Comprove visivelmente o aumento instantâneo do equilíbrio, da flexibilidade, da força, da concentração e do bem-estar. Além de reduzir os efeitos do stress, aumenta a resistência e o sistema imunológico.

É um estimulador natural de energia que instantaneamente ajusta o seu corpo para uma melhor performance, aumentando: a resistência, o equilíbrio, a força no tronco (área abdominal) e flexibilidade.

O Power Balance ajuda a se recuperar do cansaço causado por exercícios físicos , redução de stress físico e emocional, aumentando a habilidade de concentração de foco com uma melhor base de equilíbrio.

O holograma  Power Balance é projetado para responder no campo de energia natural do corpo. Desenvolvido por um cientista da NASA,  ele consiste num holograma quântico feito a uma frequência que entra em contato com  nosso campo energético, aumentando a eficiência dos sistemas eletrônicos, físicos e orgânicos do corpo.
O efeito sutil da energia ajuda a realçar funções metabólicas celulares, a velocidade da circulação sanguínea e a melhora da fonte vital de nutrição e de oxigênio aos órgãos críticos”

Ok, tudo muito lindo e perfeito- mas, isso é o que os fabricantes dizem.

Confira o que aconteceu quando as pulseirinhas foram levadas aos cientistas…

Foi realizado um estudo com 79 voluntários na Faculdade de Ciências de Atividade Física da Universidade Politécnica de Madri, Espanha, e demonstrou-se que as pulseiras Power Balance não têm qualquer efeito sobre nosso equilíbrio.

Comandado por Jesús Javier Rojo, médico e professor, o estudo envolveu estudantes e duas provas de equilíbrio, com e sem a pulseira, que foram fornecidas pelas própria companhia que as vende.

Aqui está o detalhe importante: foi um estudo “duplo cego”, onde nem os estudantes nem os realizadores do experimento sabiam quais pulseiras continham os “hologramas quânticos” e quais os tinham removidos.

Isso só seria descoberto depois.

Os testes de equilíbrio foram feitos de 2 maneiras; um era estar em um pé “com o calcanhar do outro pé na borda superior da patela” (ou fazendo o famoso 4) de modo a analisar o deslocamento do centro de gravidade da pessoa;

 o segundo teste foi baseado na manutenção do equilíbrio com um pé diante do outro e os olhos fechados.

 “uma vez terminada a tomada de dados, realizou-se um estudo estatístico para ver se havia efeito em ostentar a pulseira com ou sem o holograma ou se o efeito, se existisse, seria placebo. Os resultados indicam que a pulseira não tem nenhum efeito”, conclui Rojo em  declaração ao jornal El País.

Em quase todos os países onde está sendo vendida, cientistas e médicos opinam claramente como as pulseiras do equilíbrio – que são vendidas por outras marcas também, como “Biolectik” – não funcionam.

No Brasil,  o quadro do Fantástico, “Detetive Virtual”, já expôs as pulseiras e explicou os “testes de equilíbrio” usados para vendê-las.

Como explicar o sucesso de pulseiras que não funcionam? Marketing e muito dinheiro.

Diversas personalidades internacionais como Shaquille O’Neal, Cristiano Ronaldo e mesmo esportistas brasileiros como Rubens Barrichello usam e promovem a pulseira, provavelmente em contratos de publicidade.

Enquanto são vendidas por mais de R$80 a consumidores incautos, o preço de revenda dessas pulseiras que são nada mais que plástico barato com pequenos adesivos holográficos chega a menos de R$2.

Será preciso comprar um pacote com 200 peças para obter estes preços de um fabricante na China, mas vendendo apenas cinco pulseiras que não funcionam ao preço do consumidor final, com a ajuda de “testes de equilíbrio” usando o truque da força aplicada obliquamente, o investidor já poderá recuperar seu dinheiro e passará a lucrar com as outras 195 pulseiras para vender.

Se vender todas a R$80, será um lucro de 4.000% sobre o investimento inicial.

Como fonte de renda, as pulseiras parecem funcionar muito bem.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) suspendeu a publicidade das pulseiras “bioquânticas”.

As marcas Power Balance e Life Extreme estão sendo investigadas e deverão ser processadas por publicidade irregular.

**Fontes

http://migre.me/2W9ND

http://migre.me/2W9VM

Nunca é demais pesquisar algumas coisas com cautela.

Espero que tenha ajudado a tirar algumas conclusões!

Beijoos!!

Fato ou Boato? {verão!}

13 dez

Verãozinho chegando e nesta época, além de reavaliar o “estado civil”, começamos a se preocupar mais com o visual.

Para ficarmos  gatíssimas nós topamos (quase) tudo.

Mas nem sempre, quando o assunto é beleza, aquele truque da sua avó para ter cabelos mais brilhosos ou o chá que sua amiga promete fazer milagres dão certo.

Protetores com fator de proteção solar superior a FPS 30 são todos iguais- BOATO

São quase iguais, mas existe, sim, uma diferença importante: o fator de proteção aumenta pouco a partir do 50, mas é essencial para aquelas pessoas que têm manchas ou doenças agravadas pelo sol, como melasma, lúpus ou vitiligo.

Outra diferença é que o tempo de permanência da proteção na pele é maior, pois os filtros FPS 50+ contém vários filtros na sua composição.

Além disso, eles costumam ter o PPD mais alto (índice usado para indicar a proteção contra o raio UVA).

Dica: Ao comprar o filtro solar, procure os dois índices na embalagem FPS e PPD e de acordo com a sua pele (gel, loção oil-free ou creme).

Descolar o esmalte (ao invés de usar acetona) enfraquece as unhas- FATO

Quando o esmalte é arrancado, a escama superior da unha é arrancada junto, enfraquecendo-a.

Dica: :Lave as unhas imediatamente após remover o esmalte para neutralizar o removedor e aplique um creme ou óleo hidratante em seguida.

Comer gelatina fortalece as unhas- FATO

A gelatina, que é uma proteína, ajuda na formação da unha e cabelos, mas a quantidade contida no tipo alimentar é muito pequena. O ideal é tomar quantidades bem maiores em cápsulas compradas em farmácias de manipulação.

Dica: Garanta uma unha longa e forte com alimentação saudável, rica em proteínas naturais que podem ser encontradas em alimentos como os ovos e a carne.
 

Lavar o cabelo todos os dias o deixa oleoso- BOATO

Cabelos oleosos devem ser lavados diariamente para ficarem limpos.

A oleosidade pode ser de origem externa (xampus ou cremes errados), hormonal ou familiar. Uma consulta ao dermatologista pode ajudar.

Dica: Lave bem o couro cabeludo para remover bem a gordura. Não adianta esfregar só os fios, é preciso lavar mais que uma vez com o xampu. Água muito quente deixa o couro cabeludo mais oleoso.

Água fria deixa o cabelo mais brilhante- BOATO

Não é água que deixa o cabelo com brilho e sim o condicionamento do fio com xampus e cremes adequados. Por outro lado, a água quente deixa os cabelos opacos, pois fragilizam o fio e danificam a queratina.

Dica: Se você vive em um local onde o clima frio predomina, lave os cabelos com água morna e no último enxágue, aplique água fria.

Bloqueador e protetor solar manipulados são mais eficientes- FATO 

Os cosméticos dificilmente têm uma linha terapêutica, por isso um tratamento não pode ser feito com eles.

Já os dermatológicos possuem ação terapêutica, trazendo maiores benefícios para a pele. Existem alguns protetores indicados para evitar a oleosidade, mas no caso da acne, não são suficientemente fortes para resolver o problema.

Com esse calor tomamos mais cerveja- FATO.  A cerveja dá barriga. – BOATO (ufa!!)

Não existe uma relação do tipo da bebida com o aumento da gordura corporal. É o estilo de vida de cada um que contribui para o aparecimento das “gordurinhas” em locais indesejados. Os acompanhamentos que, em geral, são petiscos calóricos, como pastéis, queijos à milanesa, frango à passarinho, amendoins, etc são o real problema. A quantidade excessiva de cerveja também é outra razão, pois na maioria das vezes o consumo extrapola 1 copo.

Dica: reduza o consumo calórico durante a semana para não pesar a consciência na segunda feira.

Se houverem  mais dúvidas a serem esclarecidas, enviem sugestões para a sessão “Fato ou boato”  para benditaseja@ymail.com

Beijos!!

Fato ou boato: Aids

1 dez

Hoje é o dia mundial da luta contra a AIDS e não poderia deixar passar em branco.

Selecionei algumas perguntas polêmicas para que vocês possam diferenciar a verdade do mito.  Postei algumas fotos de campanhas publicitárias preventivas que rolam pelo mundo afora (é pra chocar mesmo).

Aids e HIV são a mesma coisa

Boato. O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) é o vírus causador da Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida).  No entanto, há muitas pessoas soropositivas (com o vírus) que vivem durante anos sem desenvolver a síndrome e apresentar seus sintomas, como febre prolongada, emagrecimento, falta de apetite, cabelo ralo.

Segundo o ministério da saúde (www.saude.gov.br) São notificados entre 33 e 35 mil novos casos de Aids no país por ano.  Em relação ao HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana), a estimativa é de que existam 630 mil pessoas infectadas.

 

 

Toda criança que nasce de mãe com HIV tem o vírus

Boato. Bebês que nascem de mães soropositivas têm 17% de chances de serem contaminadas caso a mulher não tome as medidas de prevenção necessárias. Quando as segue à risca, a possibilidade cai para 0,5%.  Durante o pré-natal, toda gestante tem o direito e deve realizar o teste de HIV. Quando o problema é identificado, entre as recomendações estão o uso de drogas antirretrovirais, o parto cesariano e a suspensão do aleitamento materno, substituindo-o por leite artificial (fórmula infantil) e outros alimentos, conforme a idade da criança. No parto normal, o filho tem contato com a secreção da vagina, o que aumenta o risco de transmissão.

A probabilidade de uma mulher contrair HIV é maior que a de um homem.

Fato.  A mulher é mais vulnerável por ficar mais tempo em contato com a secreção sexual. O esperma ainda pode ser encontrado no colo de seu útero de 24 a 48 horas após a relação.

 Equipamentos de salão de beleza não esterilizados passam HIV

Fato. Objetos perfuro-cortantes com presença de sangue podem transmitir o vírus, sim. Basta que sejam lavados com água e sabão para eliminar esse risco.

Fazer tratamento com os coquetéis impede totalmente a manifestação da doença

Boato . O tratamento impede em boa parte dos casos. Mas, às vezes, os medicamentos podem não ter o efeito esperado em determinados pacientes, ou o portador começa a tomá-los muito tarde e torna mais difícil o processo.

Há pessoas imunes à Aids

Talvez . Algumas prostitutas na África não adquirem o problema mesmo sem o uso de preservativos. Elas estão sendo estudadas, mas ainda não se chegou a uma conclusão quanto à possível imunidade.

Ter relação sexual sem camisinha com alguém infectado significa 100% de chance de contrair o vírus

Boato.  A relação sexual sem camisinha com alguém infectado oferece maior risco de contrair o vírus. Se tem uma segunda relação, o risco aumenta, e assim sucessivamente.  Por isso, não vale a pena arriscar. Em casos de estupro, a pessoa fica sensibilizada e a chance é maior.

O uso de preservativo impede a transmissão do vírus

Fato. Se o preservativo não estourar, estiver dentro do prazo de validade, for armazenado do modo adequado e usado de maneira correta, impede a transmissão. Pesquisas indicam que o rompimento do produto deve-se muito mais ao uso incorreto do que à falha estrutural.

Certifique-se de que contenha a identificação completa do fabricante ou do importador. Observe as informações sobre o número do lote e a data de validade e verifique se a embalagem traz o símbolo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). Não utilize preservativos que estejam há muito tempo guardados em locais abafados, como bolsos de calça, carteiras ou porta-luva de carro, pois ficam mais sujeitos ao rompimento.

O vírus é transmitido apenas em relações sexuais 

Boato.  O HIV também pode passar com o compartilhamento de seringas e agulhas; transfusão de sangue contaminado; reutilização de objetos perfuro-cortantes com presença de sangue ou fluidos com o vírus; durante o parto normal; mas a via mais comum é a relação sexual, por isso é feito tanta campanha.

Ninguém morre de Aids 

Fato.  A doença pode deixar a pessoa muito debilitada, o que abre espaço para outras patologias. Estas sim têm a chance de levar o infectado à morte. Portanto, a pessoa não morre de Aids, mas em decorrência dela.

Proteja-se

Cuide-se

Beijos***