Arquivo | Uncategorized RSS feed for this section

Bendita Seja 2011

17 abr

Oi meninas!! Surpresinha pra vocês, estamos de casa nova!

www.benditaseja.blogspot.com

faça-nos uma visita!!

Beijoos!

Páscoa magrinha {missão impossível?}

17 abr

Essa vai para as chocólatras ou chocolovers de plantão.

Eu sei, eu sei, nunca será facil para nós, resistirmos a um belo Ovo de Páscoa…qualquer supermercado esbanja fileiras e fileiras de gostosuras já logo depois do carnvaval.

Enfim, depois das festas de fim de ano, para quem está buscando o peso ideal este período do ano é simplesmente mais uma guerra, uma dura batalha a ser vencida.

Colombas, ovos coloridos e fartos em seus recheios.

Uma verdadeira perdição. Mas gente, vai por mim: nadar contra essa maré de chocolate não leva a nada.

Só vai gerar estress e ansiedade. O jeito é se render de maneira controlada para não colocar toda a sua dedicação de até agora em risco.

Já que não podemos vence-los, vamos nos render a eles….

Elimine o excesso de chocolate unindo essa delícia a produtos muito sadios e saborosos.

Nada de passar vontade. Experimente e boa Páscoa!

 

Frutas desidratadas (hmmmm Damasco, minha perdição!)

O processo de desidratação das frutas para o consumo surgiu na Europa, durante o Império Romano. Elas são submetidas a processos de secagem natural, exposição ao sol ou artificial, câmaras de ar, vapor ou estufas, e mesmo assim não perdem suas propriedades nutricionais.

São ricas em fibras, minerais como potássio, ferro e cálcio, vitaminas A e carboidratos que permanecem preservados e muito mais concentrados.

As frutas desidratadas são ideais para quem precisa repor as energias rapidamente, principalmente quando nos sentimos estressados física e mentalmente( stress do tipo semana de provas! rs).

 

Soja

A soja é um alimento rico em proteínas, ácidos graxos insaturados, ferro, potássio, cálcio e vitaminas do Complexo B.

Essa leguminosa tem maior destaque nutricional em relação aos outros alimentos do mesmo gênero por possuir um composto chamado isoflavona em sua composição. Esse composto caracteriza a soja como um alimento funcional, ou seja, além dos grãos fornecerem nutrientes essenciais ao organismo também trazem benefícios à saúde prevenindo algumas doenças cardiovasculares.

Por ser um alimento versátil podemos encontrá-la em diferentes formas, entre elas a farinha integral (Kinako). A Kinako é derivada do grão in natura e por isso pode ser considerada a forma mais nutritiva para o consumo, em relação ao “leite” e outros derivados industrializados, porque mantém todas as propriedades funcionais da soja. A mistura de Kinako com chocolate é uma maneira divertida de acrescentar um hábito saudável a um alimento que normalmente é polêmico e calórico.

 

Ovinhos de Cereal

Para você que se manteve firme e não se rendeu às tentações de comprar um ovo de chocolate antes da data, mesmo vendo os lugares enfeitados com ovos de Páscoa de todas as marcas, gostos e tamanhos, chega de tanto controle. Um ovinho será permitido.

Já ouviu falar? Ele é feito com flocos de aveia, frutas, biscoito, entre outros ingredientes, e conseqüentemente o chocolate é utilizado em menor quantidade. Assim, se torna uma opção mais saudável por fornecer além do chocolate, que foi tanto esperado, alguns nutrientes como fibras, vitaminas B, E e outras lipossolúveis, e minerais como ferro, fósforo e potássio que podem ser encontrados nos ingredientes adicionais.

Porém, é importante ter bom senso e se policiar nas quantidades consumidas, pois o chocolate é um alimento calórico e o seu consumo exagerado pode fazer com que qualquer empenho para eliminar peso tenha sido em vão.

Beijos e até! =)

 

Quem quer pão?

12 abr

Muitas dúvidas ainda surgem em relação ao delicioso pãozinho, afinal, comer pão todo dia engorda? Sim e não.

Assim como todos os alimentos, depende da quantidade.

O pão pode ser consumido diariamente desde que na quantidade adequada, e você pode preferir opções mais saudáveis que farão bem para você.

O carboidrato, grupo alimentar em que o pão pertence deve ser consumido diariamente, este nutriente é a base da nossa alimentação, pois fornece energia para que possamos realizar as atividades do dia a dia.

É errado pensar que para emagrecer é preciso excluir o carboidrato da alimentação, o correto é não exceder na quantidade. Por isso não é preciso deixar de comer pão.

Quando integral, o pão tem vantagens em relação ao pão branco, pois possui fibras em sua composição, que além de colaborar com o bom funcionamento do intestino e ajudar no controle do colesterol e glicemia, proporciona uma maior saciedade.

O pão mais escuro é normalmente o melhor, pois a farinha é menos processada, tendo por isso, mais nutrientes benéficos para a saúde.

Torrada ou pão, o que tem menos calorias?
Embora com maior quantidade de calorias, os pães muitas vezes são mais saudáveis e engordam menos que os biscoitos e torradas. Considerando que você consuma a mesma quantidade de ambos, geralmente os biscoitos e torradas tem menor quantidade de fibras e mais de gordura, além dos pães saciarem mais do que os biscoitos e as torradas.

Em questão de calorias, 1 pão francês equivale em média a 5 unidades de biscoito água e sal ou 3 torradas.

Glúten prejudica o emagrecimento?

O glúten é uma proteína encontrada nos cereais (trigo, centeio, aveia e cevada) e está presente no pão. Devido a esta proteína que o pão fica fofinho. É obrigatório conter no rótulo que o alimento contém glúten, porque algumas pessoas tem alergia a essa proteína, conhecida como doença celíaca. No momento não há nada comprovado cientificamente de que o glúten prejudique pessoas que não possuem a doença celíaca.

O miolo engorda mais que a casca?

O miolo possui uma maior concentração de água e ar, enquanto a casca possui menos água e mais nutrientes. Tanto o miolo quanto a casca engordam praticamente a mesma coisa. Fique atenta com o que você vai passar no pão, isso é mais importante do que se preocupar em tirar o miolo.

Em resumo: pãozinho liberado (com moderação! rs)

Beijos =)

Veneno! {álcool em excesso}

7 abr

Vodka, Whisky, Capirinha, Pinga, Cerveja, Vinho…

Você sabia que os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que os brasileiros consomem 18,5 litros de álcool puro por ano, sendo, portanto, o quarto país que mais consome álcool das Américas?

E as pesquisas não param por aí. Ainda segundo a OMS, o álcool causa quase 4% das mortes no mundo todo, matando mais do que a Aids, a tuberculose e a violência.

Hoje o impacto do abuso de álcool é considerado igual ao impacto da dependência em si, o alcoolismo.

Por que o excesso de álcool causa tantos danos?

Para entender como a ingestão de bebidas alcoólicas consegue causar danos a tantas partes do nosso corpo, é preciso explicar o processo de metabolização do álcool ou etanol, ou seja, como o nosso corpo absorve, metaboliza e excreta essa substância.

O órgão responsável por metabolizar o álcool é o nosso maravilhoso fígado, e ele só metaboliza em média uma dose de bebida alcoólica por hora – entenda uma dose como uma lata de cerveja (360ml), uma taça de vinho (100ml) ou de destilado (40ml).

Portanto, se tomarmos seis latas de cerveja, por exemplo, nosso fígado irá levar as mesmas seis horas para metabolizar todo o álcool presente em nosso corpo.

E enquanto o fígado metaboliza a primeira latinha, o resto do álcool fica circulando no sangue e intoxicando, causando alterações e danos em diferentes órgãos.

CÉREBRO – O excesso de álccol pode causar nessa ordem: perda de reflexo, problemas de atenção, perda de memória, sonolência e coma alcoolico, que em alguns casos podem resultar em parada cardíaca e morte.

CORAÇÃO – A bebida faz com que o cérebro libere uma substancia chamada adrenalina, que acelera aatividade do sangue no sistema cardiovascular, aumentando a frequencia dos batimentos cardíacos.

FÍGADO – A bebida altera a produção enzimática, que leva em média uma hora para metabolizar cada dose. Por conta disso, esse orgão direciona 100% dos esforços para metabolizar o alcool consumido. As consequencias disso podem ser uma inflamação crônica e uma hepatite alcoolica que pode evoluir para cirrose.

ESTÔMAGO – O alcool irrita as mucosas do estômago e do esôfago, alterando o funcionamento das membranas intestinais podendo causar gastrite, esofagite e diarréia.

RINS – Ocorre uma sobrecarga que compromete o trabalho desse órgão (filtrar as substancias do nosso corpo).

MÚSCULOS – Quando abusamos do alcool, os musculos ficam mais relaxados porque a ligação entre o sistema nervoso periférico – responsável pelo controle dos nossos movimentos- e nosso sistema muscular fica comprometida.

atenção à saúde, e me perdoem mais uma vez a ausência (provas bimestrais!!)!

Beijooos!

Conjuntivite, previna-se!

30 mar

Como todas sabemos, este ultimo carnaval nos rendeu diversos focos epidêmicos de conjuntivite pelo Brasil todo.

A última notícia de surto vem de uma cidadezinha a pouco mais de 40km aqui de Ribeirão Preto, chamada  Orlândia- lá, a situaçao está tão feia que até os colírios distribuídos pelo posto de saúde estão em falta.

Bom, pra isso vim até aqui dar alguns toques sobre prevenção…afinal, melhor prevenir do que remediar, certo?

Atenção, cuidados caso você já tenha sido acometida:

1- Lave bem os olhos e aplique compressas com água limpa e gelada para ajudar a aliviar os sintomas (soro fisiológico/água boricada).

2- A maioria dos casos de conjuntivite é causada por vírus ou bactérias, por isso lavar bem as mãos é o principal conselho para evitar o contágio.

3- Evite levar os dedos aos olhos.

4- Evite compartilhar toalhas e outros objetos de uso pessoal (óculos escuros também, pelo amor de deus! rs)

5- A conjuntivite viral ou bacteriana é facilmente transmitida, portanto seja comedido com beijos e abraços se estiver doente ou cumprimentar alguém com a doença.

6- Evite a automedicação. Muita gente acredita que colírios são inofensivos, mas muitos deles possuem princípios ativos que causam efeitos colaterais. Só use produtos prescritos por um médico.

Anotado??

Beijos meninotas!

Fome psicológica {percepção}

28 mar

Bom dia gentee, que bela segunda feira né? (animação!!)

O dia-a-dia das pessoas faz com que elas não percebam o que sentem realmente em relação as suas vontades e desejos. Poucas têm a sensibilidade de observar seu corpo, suas transformações, suas necessidades ou seus prejuízos frente a algo que lhes faz mal.

Particularmente, o meu aviso WARNING são minhas calças jeans. Desde os 16 anos nunca me permiti comprar um numero maior, e quando me vejo dando uns pulinhos pra entrar, trato de travar a boca uns 2 dias e tudo dá certo! rs

Enfim, “neuras” à parte, no caso da obesidade é preciso a consciência plena da pessoa.

Uma vez estabelecido o objetivo de emagrecer, deve visualizar sua imagem de corpo magro, bonito e saudável (como eu já disse no post sobre a lei da atração). Essa é a nova identidade do futuro magro.

Todos sabem que o corpo humano necessita de energia externa para sobreviver e essa energia tem que ser buscada nos alimentos a qual conhecemos pelo nome de caloria.

Essa necessidade indiscutível que o organismo apresenta é a fome.

Cada pessoa sente a fome de uma maneira diferente.

Para algumas ela se apresenta como se fosse uma dor no estômago, para outras um “vazio” ou o estômago que “ronca” e até mesmo uma dor de cabeça.

O que quero chamar a atenção é para que cada um reconheça sua fome, ou seja, a sua necessidade de comer, em que horário, em que situação, para que não seja confundida com a fome psicológica (apetite), ou com sede, ou até mesmo com um simples cansaço.

A fome é controlada pelo sistema nervoso, mais especificamente pelo hipotálamo.

Acontece que no mesmo hipotálamo temos núcleos muito próximos ao da fome, responsáveis pela sede, cansaço, desejo sexual, saciedade etc. que podem ser confundidos através das percepções.

Quantas vezes a fome é confundida com sede? Isso é muito comum no bebê, que quando chora antes do período normal de comer, a mãe lhe oferece um chá ou suco e ele se aquieta.

A fome, além de apresentar suas características particulares de cada um, normalmente se apresenta após quatro ou cinco horas após a última alimentação.

Pense no seguinte, “o que estou sentindo é realmente fome?” Paralelamente observe quanto tempo faz que se alimentou pela última vez. Se foi há menos de quatro horas provavelmente o que está sentindo é apetite, sede, cansaço ou qualquer outra coisa, menos necessidade de comer.

Faça a experiência e me conte.

Notinhas rápidas de domingo {Bom dia!}

27 mar

Bom dia sol, bom dia ventinho de outono, bom dia Ribeirão!!

Separei algumas curiosidades pra vocês enriquecerem mais um pouquinho o domingão,

Arrumar a cama faz mal à saúde

É bagunçada, mas é limpinha

Gostou, né? Se você é daqueles que “esquecem” ou “não têm tempo” de arrumar a cama quando levantam, não precisa mais se envergonhar por isso. Pelo contrário. Quando aparecer alguém te chamando de desleixado ou preguiçoso, pode dizer, com toda a dignidade, que você está apenas cuidando da saúde.

Uma pesquisa da Universidade de Kingston, na Inglaterra, mostrou que manter a cama desarrumada é uma forma de acabar com os ácaros que vivem nela (choque-se: pode ter até um milhão e meio deles por lá). E isso ajuda a prevenir uma porção de alergias e problemas respiratórios.

Por quê? Os ácaros precisam de calor e umidade para sobreviver. E, segundo o cabeça do estudo, uma cama bagunçada tende a ser mais fria e seca do que uma cama arrumadinha, o que mata os bichos por desidratação. (Mas bagunça também tem limite: não arrumar a cama não é a mesma coisa que não trocar os lençóis nunca, viu? Aí sim os bichos se reproduzem mais e mais.)

 

Celular faz as pessoas fumarem menos

Entre a cruz e a espada

Você fuma? Pois o bom e velho celular pode estar, bem sorrateiramente, cuidando dos seus pulmões. E nem é por causa das ondas que ele emite ou nada assim. Pesquisadores do World Bank Institute (uma organização internacional de apoio a países subdesenvolvidos) coletaram dados sobre o estilo de vida de 2.100 famílias das Filipinas em 2003 e, para comparar, de novo em 2006. Então, notaram a tendência: as famílias que tinham pelo menos um fumante e compraram pelo menos um celular nesse meio-tempo diminuíram em 33% o consumo individual de tabaco – o equivalente a um maço de 20 cigarros a menos por mês.

Por quê? É que os filipinos passaram a usar parte do dinheiro que gastariam com cigarro para pagar a conta do celular. Simples, né? Tanto que você pode pensar: “que besteira!”. Mas o World Bank diz que esse “fenômeno” pode sim ser trabalhado de forma a diminuir o número de fumantes (pelo menos nos países mais pobres).

Dormir mal deixa você mau caráter

 

Que uma noite mal dormida tem o potencial de deixar a gente num mau humor do cão, todo mundo já sabe. Mas fique esperto porque, segundo cientistas norte-americanos, a falta de sono pode estimular também um tantinho de malandragem.

Em uma série de testes com voluntários (feitos em ambientes de trabalho, com direito a um chefe fictício observando cada passo do pessoal), os pesquisadores notaram que aqueles que tinham dormido pouco ou mal na noite anterior tendiam à falta de ética na hora de fazer escolhas – bem mais do que os que apareceram para os testes bem descansados.

Segundo os responsáveis pelo estudo, a falta de sono prejudica, além do raciocínio, o nossoautocontrole, o que torna mais fácil ceder à tentação de dobrar um pouquinho os conceitos de certo e errado para se dar bem em dada situação.

Ou seja, está aí mais um ótimo motivo para dormir bastante. Ouviu, chefe? Ouviu, mãe?

 

Forçar sorriso piora o seu humor

Sabe aquele sorriso forçado que você solta para esconder um pouco do mau humor ou para disfarçar o quanto detesta o chato que veio dar oi? Colando ou não (aí vai depender das suas habilidades cênicas), colocá-lo no rosto piora o seu estado de espírito. E, no trabalho, pode enxugar um bocado a sua produtividade. Quem diz são pesquisadores da Universidade Estadual de Michigan, nos EUA. Eles acompanharam um grupo de motoristas de ônibus (ótimas cobaias, já que são forçados a lidar com pessoas o tempo todo, estando ou não a fim de socializar) por duas semanas e constataram que, conforme eles sorriam sinceramente, seus humores iam melhorando cada vez mais. Ok, isso é óbvio. Mas quando o sorriso vinha, por algum motivo, forçado, o humor dos motoristas tendia a se deteriorar rapidinho, e eles ainda perdiam a concentração no trabalhoconta o New York Times. É que, como todo mundo sabe, esconder as emoções não dá muito prazer. E o efeito, no caso, foi ainda mais significativo entre asmulheres. Tudo culpa das convenções sociais: elas crescem sendo encorajadas a demonstrar mais as emoções do que os homens. Disfarçá-las, então, tende a ser ainda mais sacrificante. Ou seja, a dica é: quer ficar de cara fechada, fique mesmo. Pense no seu bem-estar e deixe que os outros lidem com o seu mau humor ou com a sua antipatia.

Felicidade é, em parte, genética

Tudo está dando errado, sua vida está uma droga, você mal quer sair da cama? Culpe seus genes. De repente, ajuda. E você não vai estar completamente errado: um grupo de pesquisadores de quatro universidades, do Reino Unido, dos Estados Unidos e da Suécia, afirma que a gente possui algo como um “piso” de felicidade, um nível mínimo de satisfação com a vida que se mantém consistente e persiste ao longo do tempo. E, no caso, cada um tem o seu. Os cientistas analisaram (aqui) dados de uma pesquisa governamental feita nos EUA, oAdd Health Study, que vem entrevistando voluntários desde 1994, e constataram que a variação genética explica cerca de 33% da variação na felicidade das pessoas, que a influência dos genes varia conforme o sexo (26% para as mulheres e 39% para os homens) e que ela tende a aumentar com a idade. O culpado disso é o SLCGA6, gene que transporta serotonina (um neurotransmissor ligado à alegria de viver) no cérebro – quem possui uma versão mais “eficiente” dele tem entre 8,5% e 17,3% mais chances de ser uma pessoa feliz da vida. Não ter sido presenteado com essa versão turbo, bem, é só mais um motivo para ficar deprê

 

Fonte: http://www.superinteressante.com.br

 

Tenham um excelente dia!